Experiências de quase morte são controversas. Já foram analisadas e estudadas exaustivamente, sem que haja uma palavra final sobre o assunto. Para alguns não passa de alucinação, para outros é algo profundamente espiritual.

Colton Burpo tinha 4 anos, em 2003, quando precisou passar por uma cirurgia de emergência para operar uma apendicite aguda. A cirurgia era bastante arriscada e ele teve uma experiência de quase-morte que se tornou conhecidíssima em todo o mundo.

Colton revelou que deixou seu corpo durante a operação e foi levado para o paraíso, onde viu parentes já falecidos.

Os pais do menino não acreditaram na sua história, mas tudo começou a ficar mais assustador quando ele passou a falar de parentes mortos que nunca tinha ouvido falar antes e, pasmem, de um bebê que foi abortado pela mãe devido a uma gravidez mal-sucedida.

  • Foto: Reprodução/Google

Ele contou ainda que conversou com o bisavô, que nunca tinha sido mencionado pelos pais antes.

“Eu mesmo duvidei de minha própria fé”, confessa o pai. “Mas ele contou coisas que ninguém sabia, descreveu pessoas e situações com uma riqueza de detalhes que ele não poderia inventar.”

O relato do menino é surpreendente. Assista:

“Eu ainda lembro de tudo claramente”, conta Colton, hoje aos 15 anos. “Sentei no colo de Jesus, conheci meu bisavô. Eu sei o que vi e o que vivi”.

Colton Burpo – O menino que foi ao céu e viu a Jesus, seu bisavô e sua irmã abortada E.Q.M.

Deixe um comentário

Deixe um Comentário!

Classificado como:

Deixe uma resposta