Há promessas condicionais e incondicionais. A promessa, no Salmo 37, é que Deus tudo fará por nós. A condição é que entreguemos nosso caminho ao Senhor, confiando nEle.
A promessa é tão boa que a condição compensa. Por que não atendemos ao convite?
Na verdade, a condição não se refere ao mérito (ao mérito humano em receber o cuidado divino), mas ao exercício da liberdade humana, a liberdade de desejar ser alvo do cuidado de Deus. Entregar o caminho ao Senhor não é renunciar à liberdade; é exercê-la. Trata-se de uma escolha, portanto.

A promessa, no Salmo 37, é que Deus tudo fará por nós.Veja

Comentários

Comentários