Um cantor gospel acabou sendo vítima de uma tragédia ontem (13). Robério Lima e Silva, de 49 anos, foi encontrado em um matagal, sem vida, após seu filho ter comunicado à polícia que ele havia sido sequestrado, na região de São Bernardo do Campo (SP). As informações são do programa Cidade Alerta, da Record TV.

Cantor gospel é encontrado morto com bilhete contendo música gospel ao lado do corpo.

Cantor gospel é encontrado morto com bilhete contendo música gospel ao lado do corpo.

Tudo começou na última segunda (11), quando Arthur, filho do cantor gospel, procurou o 3º DP de Diadema (SP), onde mora, para registrar o fato de que seu pai havia sido levado, na porta de casa, por 4 homens armados. Segundo o depoimento, um dos homens envolvidos se apresentou como policial e fez parecer que se tratava de uma operação policial, afirmando que, caso Arthur interferisse, seria alvejado por algum disparo.

Patrocinado: Veja este Vídeo abaixo e Aprenda de forma Simples e na Pratica como Ganhar dinheiro Online começando do Zero

Os homens informaram também que levariam o cantor gospel para o 3º DP, que atualmente investiga o caso, mas ao chegar lá, o filho de Robério foi informado que não se tratava de uma operação policial, e a hipótese de sequestro passou a ser cogitada pela investigação.

Ontem (13), os investigadores acabaram encontrando o corpo do cantor gospel, enterrado em uma cova, num matagal entre São Bernardo do Campo e Santo André (SP). Ao lado do corpo, foi deixado pelos criminosos um papel com a letra de “Não temas”, uma das músicas evangélicas escritas por Robério Lima.

O filho informou à Polícia Civil que o pai não possuía inimigos declarados, nem era envolvido em brigas. Os investigadores procuram entender, então, qual teria sido a motivação do crime, para conseguir desvendar quem poderia ter cometido o crime brutal. O papel com a música gospel ao lado do corpo pode ajudar a desvendar o mistério. A família espera que a justiça seja feita.

 

URGENTE: Cantor gospel é sequestrado e encontrado morto em SP

Comentários

Comentários

Classificado como:

Deixe uma resposta