Jesus acalma a tempestade, sem dúvida, um dos relatos mais impressionantes do que podemos imaginar. O cenário era o barco naquele dia, e o Autor da vida mostrou mais uma vez sua imagem em relação a tudo, até da natureza.

Veremos ao longo deste estudo, como podemos aprender com os versículo que compõe a passagem de Jesus apaziguando a tempestade. Há um incrível contraste entre a presença e a experiência, como assim? Veja este estudo que você vai entender melhor o que vamos falar.

Jesus acalma a tempestade   A verdade que você precisa saber!
Jesus acalma a tempestade A verdade que você precisa saber!

O assunto é bem conhecido no meio evangélico e, principalmente, para aqueles que lêem a Palavra de Deus, no entanto, será que você pode realmente tirar um aprendizado de este texto para sua vida? Hoje a certeza que você vai descobrir!

A tempestade e o mar, em silêncio, diante de um homem, por nome de Jesus, o que ele tem de especial para que isso ocorra? Bom, estamos falando sobre o próprio criador, o Deus vivo que desceu do céu, então, o que é a criatura (o mar e a tempestade), perto do Criador (Jesus o Cristo)?

Veja abaixo o texto que será analisado:

“E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos. E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e foi feita uma grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?” (Marcos 4.35-41)

Alguns dos pontos importantes que serão analisados:

  • A experiência de Pedro, Tiago e João.
  • A presença de Jesus.
  • As tempestades de nossas vidas.

Bem, sem mais demora, vamos logo ao estudo bíblico. Lembre-se, se quiser ver um vídeo sobre o tema, pode-se ver o estudo abaixo publicado no nosso canal oficial de Abordagem Bíblico:

 

O contexto histórico, o contexto do evento

A Bíblia começa a dizer-nos que, sendo já tarde, disse Jesus aos seus discípulos: “Passemos para a outra margem (Marcos 4.35). Este “passemos para a outra margem”, refere-se ao mar da Galiléia.

Um lago de água doce do norte da Palestina, em forma de coração, com cerca de vinte quilômetros de comprimento por treze de largura, duzentos metros abaixo do nível do mar. O mar era um lugar de beleza inspiradora: era um centro de atividade comercial na época de Jesus.

Com montanhas ao longo da maior parte do lago, estava sujeito a violentas tempestades, devido às fortes correntes de ar frio que vinha de níveis mais altos até os mais baixos.

Mas, apesar de ser o cenário de possíveis tempestades nas montanhas, a ordem de Jesus era “passemos para a outra margem”. Uma coisa que sempre devemos ter consciência é, quando Jesus fala, ele cumpre.

Podia aparecer o que fora no meio do caminho, que as palavras de Jesus ainda estavam a ser realizadas. Por que isso ocorre? Pelo simples fato de que a Palavra de Deus não é reduzida a nada, a fim de levar a cabo.

Vou explicar melhor, se Felipe me falasse: Passemos para a outra margem; minhas palavras podem ou não fazer, já que minha voz está condicionada à vontade de Deus, se Ele quer que seja feito amém, se não quiser, amém!

Agora, quando Jesus fala, ele não condiciona a vontade de ninguém, a não ser a dele, porque ele é o mesmo Verbo que desceu do céu (João 1.1). A Bíblia revela coisas incríveis sobre a fala de Jesus, veja os versículos abaixo:

“O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.” (Mateus 24.35)

“Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem para que se arrependa; porventura, diria ele e não o faria? Ou falaria e não confirmaria?” (Números 23.19)

Agora você pode entender que, se Jesus falou de “passemos para a outra margem” sem dúvida não seria a tempestade ou o mar que ia estragar?

É por isso que todas as promessas que Jesus, falou para você, pode demorar, mas tenha a certeza de que vai cumprir em sua vida, já que se falou já está decretado!

 

A experiência de Pedro, Tiago e João

Os discípulos subiram no barco, e passado algum tempo, a Palavra de Deus nos vai dizer que começa uma grande tempestade:

“E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.” (Marcos 4.37). Como já vimos anteriormente, era comum que isso aconteça nessa região, devido às fortes correntes de ar frio.

Patrocinado: Veja este Vídeo abaixo e Aprenda de forma Simples e na Pratica como Ganhar dinheiro Online começando do Zero

Perante este grande temporário, os discípulos de pressa em chamar o Mestre:

“E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?” (Marcos 4.38). O que vale a pena destacar nesta ocasião é que existia discípulos de Jesus eram pescadores, como é o caso de Pedro, Tiago (o maior) e João.

Esta era uma profissão que tinham anos de prática, então, certamente, se enfrentaram várias tempestades em suas vidas e que também era conhecido que a região que estavam passando tinha várias tempestades. No entanto, apesar de tanta experiência ainda assim ficaram com medo daquela tempestade.

Isto nos mostra que, muitas das vezes em nossas vidas, podemos ter a experiência necessária para diversas coisas, no entanto, a experiência sem Jesus não serve de nada!

Você pode:

  • Saiba como fazer as mais diversas coisas da vida.
  • Saber desenvolver uma pregação do início ao fim.
  • Saber liderar jovens, adolescentes ou qualquer outro departamento.
  • Saber dar uma lição bíblica e escrever estudos bíblicos.

Mesmo assim, sem Jesus, de nada adianta tanta experiência. É incrível esse fato, já que nos mostra a dependência de Cristo que temos em nossas vidas. É mais ou menos o que o salmista Davi se deu conta, quando David pecou com bate-seba (adultério), um dos pedidos que ela fez quando se arrependeu, foi:

“Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Santo Espírito.” (Salmos 51.11). Davi sabia que poderia ter toda a experiência na guerra e como um Rei, mas isso não tinha nada de valor, sem a presença de Deus. Inclusive é até o próximo tema que vamos abordar.

 

A presença de Jesus cristo

Nos demos conta de que, apesar da experiência, o que realmente importa é a presença de Jesus cristo. A passagem da tempestade, que estamos analisando, quando os discípulos o chamam de Jesus, ele rapidamente faz maravilhas:

“E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e foi feita uma grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?” (Marcos 4.39-41).

Assim, podemos perceber que a presença de Jesus é muito mais valiosa do que a nossa experiência. Tenemos que começar a entender como igreja de Cristo, que dependemos completala mente da presença de Jesus. Não serve de nada lotarmos nossos serviços com experiência:

  • Chamar o pregador mais experiente.
  • Chamar o músico mais experiente.
  • Chamar o professor mais experiente.

Se, apesar de tanta experiência, a presença de Jesus não se manifestar, não serve de nada! Estamos vivendo em uma geração que pede de vários critérios, como milagres, milagres, curas, e por aí vai… a minha pergunta para esta geração é: “Onde está a presença de Jesus em sua vida?”.

Tenho a certeza absoluta (a Bíblia permite-me essa certeza), de que quando colocamos Jesus como o centro de nossas vidas, outras coisas acontecem. Vejamos alguns versículos que demonstram a importância da presença de Deus:

“No abrigo da tua presença os escondes das intrigas dos homens; na tua habitação os proteges das línguas acusadores.” (Salmos 31.20)

“Estremeça na presença do Soberano, ó terra, na presença do Deus de Jacó!” (Salmos 114.7)

“Com certeza os justos darão graças ao teu nome, e os homens justos viverão na tua presença.” (Salmos 140.13)

“Para onde poderia escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença? Se eu subir aos céus, lá estás; se eu fizer a minha cama na sepultura, também está lá. Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar, mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá. Mesmo que eu diga que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor, verei que nem as trevas são escuras para ti. A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz.” (Salmos 139.7-12)

Estes são apenas alguns dos textos que falam da presença de Jesus, Deus e o Espírito Santo em nossas vidas, se poderiam citar-se muitos outros ainda.

 

Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? (Conclusão)

A pergunta de Jesus, depois de acalmar a tempestade foi: “por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?” (Marcos 4.40). Será que o que falta para sentir-se realmente o impacto em nossa vida a presença de Jesus cristo é a fé? Ou a timidez nos impede?

Quando o Professor menciona a falta de fé, fala sobre a crença no sobrenatural que Ele pode fazer. Quando fala da timidez, relaciona-se com a intimidade que podemos ter com Ele.

São duas coisas essenciais em nossa jornada Crista, a fé e a intimidade. A minha pergunta já ao final deste estudo, será que você tem aproximado a presença com a fé e a intimidade?

Muitas das vezes não nos damos conta de que em nossas vidas, mas vamos deixando toda a experiência de levar em conta, vamos deixando de lado os momentos únicos da oração, clamor e fervor que tinha no início de sua caminhada cristã, com isso, Deus nos chama, após este estudo para a mudança.

Hoje é um dia de se aproximar mais dele, recordando os momentos de oração e fervor que tinha, e viver de novo cada um deles. Espero, sinceramente, que a graça de Cristo possa tocar em seu coração, após este estudo, e que tudo se faça de novo!

Lembre-se sempre, a experiência não vale nada sem a presença!

 

 

Jesus acalma a tempestade – A verdade que você precisa saber!

Comentários

Comentários

Classificado como:

Deixe uma resposta