Uma tentativa de assassinato foi registrado na noite do último domingo (5), na cidade de Tatuí, em São Paulo (SP). Na ocasião, um homem de 26 anos, foi preso após invadir uma #Igrejaevangélica e tentar matar um pastor durante um culto. Todo o incidente foi transmitido ao vivo pela rede social Facebook [VIDEO]. O ataque aconteceu na igreja “O Brasil Para Cristo”, localizada na área central da cidade.

O vídeo começa com o pastor em cima de um altar pregando a palavra de Deus. Nas imagens, também é possível ver que vários fiéis estão presentes na igreja. Porém, em determinado ponto do vídeo é possível ver com clareza o momento exato que um homem sobe por uma escada lateral e vai ao encontro do pastor.

No vídeo é possível ver que o pastor não sai de cima do altar apenas repete várias vezes que o sangue de Jesus tem poder.

Suspeito é detido por outros fiéis

Logo um frequentador do local é visto agarrando o acusado pela cintura e o derrubando no chão, em seguida, outros homens imobilizam o agressor. Apesar do incidente a transmissão não é parada. Em determinado momento do vídeo, um fiel pega no braço do pastor e puxa para ele sair do local, mas o pastor de recusa, e diz que está na mão de Deus. Enquanto isso o homem é retirado do local. [VIDEO]

Homem é preso, mas é liberado após depoimento

A polícia foi acionada por testemunhas relatando o incidente.

O homem que não teve o nome revelado foi preso e levado para a delegacia da cidade. Em seu depoimento, o jovem alegou que não tinha gostado do culto por isso tentou cometer o crime. Segundo ele, não tem nada contra o pastor, acrescentando que já frequenta a entidade religiosa há mais de 10 anos. Após o depoimento, o jovem teve que assinar um termo de tentativa de assassinato e lesão corporal, em seguida, foi posto em liberdade. A faca usada no crime foi recolhida pela polícia. A Polícia Civil da localidade será responsável por investigar o caso.

Veja o vídeo

Homem tenta matar pastor durante culto transmitido pelo Facebook, {VIDEO}

Comentários

Comentários

Classificado como:

Deixe uma resposta