Igreja celebrando casamento gay, entre duas mulheres, a surpresa fica por conta da igreja que costuma ser mais rígida em suas leis.

Mas a igreja que Anne Flores, de 31 anos, e Kédma Costa, de 33 anos escolheram para oficializar o namoro de sete anos, segue uma linha liberal recebendo a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros).

Os (abrem aspas) “pastores” Marcos Gladstone e Fábio Inácio da Igreja Cristã Contemporânea, também são casados e comemoram a grande participação dos fieis nas 4 sedes da igreja, são 800 pessoas que servem à Deus sem ter sua orientação sexual condenada.

Anne Flores, de 31 anos, e Kédma Costa, de 33 anos, celebraram também a libertação delas. O evento foi promovido pela Igreja Cristã Contemporânea. A denominação evangélica é mais liberal e recebe fiéis da comunidade LGBT — sigla para lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Como a união de pessoas do mesmo sexo não é reconhecida legalmente no Brasil, as noivas assinaram um contrato de união homoafetiva.

Após sete anos de namoro, elas celebraram seu amor na cerimônia de casamento ministrada pelos pastores Fábio Inácio e Marcos Gladstone da Igreja Cristã Contemporânea no clube Monte Líbano, na Lagoa.

Anne e Kédma dizem estar estudando juntas com o objetivo de se tornarem pastoras.

— Há um ano, os pastores Marcos e Fábio celebraram o casamento deles e fomos madrinhas. Não esperava casar tão rápido — disse Kédma.

As duas subiram ao altar vestidas de noiva e ao som da marcha nupcial. Anne comentou a importância da data:
— Estamos comemorando nossa comunhão com Deus e nossa aliança de amor.

 

Aconteceu: Duas mulheres se casam vestidas de noiva em igreja

Comentários

Comentários

Classificado como: