Minha esposa Carolyn e eu conhecemos Phipps Festus Bourne em 1995 em sua loja na Virginia. Bourne, que morreu em 2002, era um magistral escultor de madeira cujas esculturas são réplicas quase exatas de objetos reais. “Esculpir um pato é simples,” ele dizia. “Você simplesmente olha para um pedaço de madeira, coloca em sua mente a imagem de um pato e então corta fora tudo o que não tenha essa aparência.”

Assim é com Deus. Ele olha para mim e para você — blocos de madeira rústica — vê a imagem de pessoas semelhantes a Cristo escondida sob a casca, as intumescências e galhos e começa a tirar tudo o que não se encaixa nessa imagem. Ficaríamos maravilhados se pudéssemos ver a beleza que teremos quando formos “patos” já esculpidos.

Mas primeiro precisamos aceitar que somos blocos de madeira e permitir que o Artista nos corte, molde e lixe onde Ele quiser. Isto significa enxergar nossas circunstâncias — agradáveis ou não — como ferramentas de Deus para nos moldar. Ele nos forma, parte por parte, até que sejamos as belas criaturas que Ele concebeu ao olhar para nosso deselegante bloco de madeira.

Às vezes, o processo é maravilhoso; outras doloroso. Mas no fim das contas, todas as ferramentas de Deus nos moldam “…à imagem de seu Filho…” (v.29).

Você anseia por essa semelhança? Coloque-se nas mãos do Grande Escultor.

Como esculpir um pato

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta